Filmes

Toshio Suzuki é premiado pelo governo japonês

A Agência de Assuntos Culturais do Japão anunciou os vencedores do 68 prêmio anual do Ministério da Educação, Cultura, Esporte, Ciências e Tecnologia (MEXT), o prêmio de incentivo à arte, nesta sexta-feira. O governo japonês reconheceu 18 pessoas este ano, em 11 categorias de arte entre elas a música, literatura, filmes, críticas, entre outros. Um novato de cada divisão também será premiado.

Toshio Suzuki, do Studio Ghibli

Na categoria de filmes, o Toshio Suzuki do Studio Ghibli venceu o prêmio máximo (Grand Prize) pelo seu envolvimento como produtor em Vidas ao Vento (Kaze Tachinu) e a história da Princesa Kaguya (Kaguya Hime no Monogatari).

Outros figurões da cultura pop também foram contemplados, como a cantora Nana Mizuki, pelo seu trabalho como dubladora (personagens em Witchblade, Naruto, Tiger & Bunny: The Rising), o que foi algo surpreendente, já que a categoria de dublagem é considerada um subgênero da premiação.

A premiação foi criada em 1950 com o intuito de promover a inovação no ramo da arte e entretenimento no Japão.

Fontes: AnimeAnime | Anime News Network

Leia também:

NTV Gran Clock, o relógio projetado por Miyazaki
Miyazaki e Suzuki são convidados à academia do Oscar
Monolice

Monolice

Formada em Ciência da Computação, conheceu o estúdio através de A Viagem de Chihiro e foi onde tudo começou pra ela. Seu filme favorito é Princesa Mononoke. Sua contribuição iniciou desde a época da comunidade da Ghibli no orkut, sendo atualmente membro honorário da Ghibli Brasil.
Saiba mais sobre o site.

Leia também:

Maratona Studio Ghibli na HBO
Exposição de Layouts do Studio Ghibli chega pela 1ª vez na Europa

Comentários

Comentários