Filmes

Yakushima: a ilha que inspirou Princesa Mononoke

Conheça um pouco sobre a ravina que Hayao Miyazaki visitou inúmeras vezes durante produção de Princesa Mononoke!

yakushima1

Caso nunca tenha ouvido falar de Yakushima antes, é uma ilha localizada a sul de Kyushu e integrada na província de Kagoshima. Pouco mais de 20% da ilha foi designada como Património Mundial pela UNESCO e cerca de 95,5% da ilha está sob a proteção do departamento florestal, muito tem sido feito para preservar a sua beleza natural.

No entanto, como pode ser visto nas fotos abaixo, Yakushima e o Shiratani Unsui Ravine estão entre os lugares mais bonitos do planeta. É fácil entender por que Miyazaki estava tão inspirado pela ilha.

yakushima2

Depois de um passeio de barco de quatro horas de Kagoshima, chega-se à Yakushima, onde um mundo inteiramente mágico repousa. Para chegar ao Shiratani Unsui Ravine da balsa, você pegar um ônibus para as montanhas que cobrem quase toda a ilha e, em seguida, caminhar por cerca de 90 minutos. Abaixo está a entrada para o caminho para a ravina.

yakushima3

Na ilha chove cerca de 15 dias por mês. No entanto, as temperaturas são relativamente quentes durante todo o ano, o que resulta em parte da névoa mais gloriosa que você vai encontrar no Japão!

O caminho para Shiratani Unsui Ravine está devidamente estruturado com pontes, escadas e madeira. Isso também ajuda a manter as pessoas na trilha, para que não pisem ou destruam paisagem natural.

yakushima5

yakushima6

yakushima7

Conforme se adentra as montanhas, o sol começa a queimar algumas névoas no ar, e pode ser visto ao redor um mundo que parece saído de um RPG. Ou talvez os RPG’s tenham sido inspirados em Yakushima?

yakushima8

yakushima9

yakushima10

yakushima11

yakushima12

Árvores enormes, como as árvores hemlocks típicas do sul do Japão, cedros japoneses, entre outras altas árvores se estendem a ao longo do caminho. Como você pode ver nas fotos, uma espessa camada de musgo também abrange quase todas as superfícies.

yakushima13

Se tiver sorte, um cervo de Yakushima aparecerá. Veados de Yakushima são menores do que o veado que se poderia encontrar no continente do Japão. Seus chifres normalmente só crescem cerca de 30 centímetros, em oposição ao cervo médio japonês cujos chifres chegam a 60 centímetros de comprimento. Como você deve ter adivinhado pela foto abaixo, os veados tendem a ficar nas montanhas, embora eles também apareçam em torno do parque, provavelmente para posar para fotos. Todo mundo sabe veados Yakushima possuem fama de famintos!

yakushima14

yakushima15

yakushima16

O local conta com estrutura para turistas contendo inclusive vaso sanitário.

yakushima17

E um pouco mais abaixo na estrada, chega-se em Kuguri cedro-Kuguri é a forma substantiva do verbo Kuguru o que significa ir em alguma coisa ou passar através de uma rachadura. Você provavelmente pode imaginar como esta árvore adquiriu tal nome.

yakushima18

yakushima19

yakushima20

O sinal ao lado da árvore desgrenhada acima diz que eles estão à procura de apelidos para ela.

yakushima21

Conforme se viaja ao longo da trilha, o musgo cresce mais grosso e mais abundante. Essa é a marca da ilha.

yakushima22

yakushima24

yakushima25

Uma vez que a névoa finalmente se vai, o musgo realmente ganha vida, brilhando à luz do sol.

yakushima26

yakushima27

Como pode ser visto na foto acima, o musgo cresce muito grosso, e forma uma manta em cima de pedras e árvores. Aparentemente, ele é ligeiramente quente e fofo ao toque.

yakushima29

yakushima31

yakushima32

Esta é a parte “mais coberta da floresta” e no final da trilha, embora, como você pode ver nas fotos impressionantes acima, é quase o único ponto coberta de musgo na ilha mas que, definitivamente, não cresce mais densa aqui. E mesmo uma foto simples como essa acima é de tirar o fôlego. Um lugar de perfeita serenidade.

yakushima33

Se você está se sentindo motivado por esses lindas fotos, então você pode querer fazer uma viagem para Yakushima por conta própria. Será um pouco difícil fazer isso por conta, pois o caminho indicado para Yakushima é através de Kagoshima, que já é muito distante para o sul para a maioria das pessoas no Japão. Para obter maiores informações sobre a visita Yakushima, confira o site Yakumonkey.com.

(Via)

Amanda Rotta

Amanda Rotta

Me chamo Amanda e sou a responsável pela Studio Ghibli Brasil. Faço a curadoria dos temas que são divulgados aqui e nas redes sociais, e escrevo também as matérias para o site. Contato: amanda@studioghibli.com.br
Saiba mais sobre o site.

Leia também:

Kokuriko-Zaka Kara já tem data de estréia no Japão
Próximos lançamento Bluray Ghibli.
Livro The Haunted Tower com ilustrações de Hayao Miyazaki

Comentários

Comentários