Filmes

A Viagem de Chihiro

A viagem de Chihiro

Dados Técnicos
Título Original: Sen to Chihiro no Kamikakushi
Título Internacional: Spirited Away
Título no Brasil: A Viagem de Chihiro
Estréias:

– Japão: 20 de Julho de 2001
– França: 10 de Abril de 2002
– Inglaterra: 11 de Julho de 2003
– EUA: 28 de Março de 2003
– Brasil: 18 de Julho de 2003

Produção: Studio Ghibli
Direção: Hayao Miyazaki
Script: Hayao Miyazaki
Prêmios:
– Oscar de Melhor Filme de Animação – 2003
– Urso de Ouro no Festival de Berlim – 2002

 

Outras Informações:
– Este filme foi lançado nos cinemas e em DVDs no Brasil.

– A trilha sonora é de Joe Hisaishi.

Sinopse: Chihiro é uma garota mimada e voluntariosa, que sê ve numa situação infeliz quando seus pais anunciam a mudança para uma cidade do interior, obrigando-a a abandonar seus amigos e a escola que tanto gostava. Durante a viagem, eles se perdem, e vão parar em outro mundo, o mundo dos deuses. Chihiro agora deverá amadurecer, se quiser salvar seus pais e voltar a ver seu mundo.

Resenha por Monolice – equipe Studio Ghibli Brasil
CUIDADO! ESTE TEXTO CONTÉM SPOILERS

Chihiro é uma menina mimada, cuja família acaba de se mudar para uma cidade do interior do Japão. Ela se sente frustrada pela mudança, pois terá de se adaptar. Quando sua família está quase chegando à nova cidade, o pai de Chihiro pega o caminho errado, e eles acabam indo em direção a uma construção curiosa no meio do nada. No começo, os pais de Chihiro acham que trata-se de um Parque de Diversões abandonado dos anos 90, mas conforme vão entrando no prédio, surge um novo mundo, e eles se deparam com um local cheio de restaurantes, onde não há ninguém, e decide servir-se da comida que está disponível, contando em pagar quando chegar o dono dos restaurantes. Chihiro é contra, e começa a explorar o local. Ela encontra um menino, que pede a ela que vá embora depressa.

<center<

Quando Chihiro retorna ao lugar onde seus pais ficaram, ela se depara com dois porcos. Seus pais comeram tanta comida que foram transformados em porcos, e então ela corre na direção do edifício de onde vieram, mas quando chega perto, descobre que no local há um rio, e vários seres estranhos estão chegando. Ela então se esconde, e o menino que ordenou a ela que fosse embora procura por ela para ajudá-la, pois se ela não comesse nada daquele mundo ela desapareceria.

 

Chihiro descobre então que o menino se chama Haku, e que o mundo onde ela está é o mundo do deuses, e que neste lugar, há uma casa de banho onde eles vem para descansar. Haku conta a ela também que a única forma de salvar seus pais é trabalhar na casa de banho, sob as ordens de Yubaba, a bruxa que cuida do lugar.

 

Ajudada por Haku, ela consegue entrar na casa de banho, e depois, com a ajuda de Kamigi e Lin, consegue chegar até Yubaba e pedir emprego. Embora Yubaba relute, ela deve cumprir a promessa de dar emprego a todos que vem a ela pedir trabalho na casa de banhos, e assim Chihiro assina um contrato, onde Yubaba fica com alguns dos kanji do nome de Chihiro, e ela passa a se chamar Sen.

Sen (Chihiro) começa a trabalhar na casa de banhos. No começo, ela sente-se deprimida, mas depois começa a ter esperanças. Haku a leva para ver os pais durante o dia, e ela descobre que eles viraram mesmo porcos, e que terá que fazer algo para salvá-los de serem comidos. Haku também lembra a ela seu nome, Chihiro, e avisa a ela que não deve esquecer seu nome, pois essa é a magia de dominação de Yubaba.
Ela é submetida a diversos afazeres; em uma das noites ela e Lin são obrigadas a limpar a banheira que serve para os clientes mais sujos, e são obrigadas a atender o deus da sujeira, de qual todos fogem por causa de seu cheiro. Sen (Chihiro) supera todos os seus medos, e descobre que o deus da sujeira é, na verdade, o Deus das Águas, sujo devido a toda poluição do mundo moderno. O Deus das Águas dá a ela um presente, um bom de ervas, que ela acredita que pode ajudar seus pais. Mas, ela descobre também que Haku é um dragão e está sob o domínio de Yubaba, e roubou o selo de outra bruxa pedido dela, e está amaldiçoado pelo selo. Ela tem de salvá-lo, e Zeniba, a irmã de Yubaba dona do selo, aparece em um holograma, e transforma o filho de Yubaba em um ratinho, e o pássaro de Yubaba em uma mosca. Três seres são transformados no bebê de Yubaba, e quando Haku percebe Zeniba, ele desmancha seu holograma, e cai num fosso junto com Chihiro, o bebê de Yubaba e a mosca-pássaro. Eles vão parar na sala de máquinas de Kamagi, e Chihiro dá um pedaço do Bolo de ervas que o Deus das Águas deu a ela para Haku. Haku consegue se libertar do selo, e Sen(Chihiro) resolver devolvê-lo a Zeniba. Enquanto isso, Haku fica sob os cuidados de Kamagi, desacordado.

Antes de ir, ela descobre que um dos seres que ela ajudou a entrar na casa de banhos é na verdade um Sem Rosto, que devorou vários trabalhadores, e que só quer a atenção dela. Ele se transformou em um monstro, e Sen (Chihiro) faz com que ele coma um pedaço do bolo de ervas, e ele devolve os trabalhadores que devorou. Ela o leva para fora da casa de banhos, onde encontra Lin. O Sem Rosto pula no mar, enquanto Sen (Chihiro) vai até a Estação de Trem com uma passagem que Kamagi deu a ela para ir até a casa de Zeniba.
O Sem Rosto a segue até a Estação, e faz uma promessa a ela que irá se comportar, e vai junto com ela até a casa de Zeniba. Chegando lá, ela devolve o selo a Zeniba, que conta a ela que o bicho que guardava o selo e que Sen (Chihiro) retirou estava na verdade dentro de Haku, e que Yubaba havia colocado lá para dominar o aprendiz. Haku na verdade é um dragão, e sua ganância em aprender magia o levou a ser dominado por Yubaba.

Neste momento, Haku chega para buscá-la, recuperado em sua forma de dragão. Ele pede perdão a Zeniba, revelando estar livre do feitiço que Yubaba havia colocado nele. Juntos, eles voam pelos céus, e Chihiro lembra-se que quando era criança, ela havia caído num rio, e que Haku a havia salvado, e se lembra do nome do rio, e quando isso acontece, Haku se lembra de seu verdadeiro nome. Haku revela a ela que disse a Yubaba que iria buscá-la, e traria seu bebê de volta, se caso os pais de Chihiro fossem libertados. Quando eles chegam a casa de banho, Yubaba mostra a Chihiro um cercado onde há vários porcos, e Chihiro deve dizer se seus pais estão entre eles para que o feitiço seja libertado. Chihiro responde que seus pais não estão entre os porcos, e então quebra o feitiço e ganha o direito de ir embora. Todos os amigos que fez na casa de banho se despedem dela, inclusive o bebê de Yubaba, e ela reencontra seus pais. Haku faz a ela a promessa que deixará de ser aprendiz de Yubaba e que logo a verá. Chihiro então volta a seu mundo, com uma importante lição para lembrar.

Mais na Internet:
Página no IMDB: Sen to Chihiro no Kamikakushi
Especial Ghibli: Cubo 3
Compre o DVD: Livraria Cultura

Comentários

Comentários